Led Zeppelin

Publicado: 26/06/2007 em Heavy metal, Jimmy Page, John Bonham, Led Zeppelin, Robert Plant, Rock

 led.jpg

Led Zeppelin foi uma banda britânica célebre pela sua inovação e influência no heavy blues-rock, além de ter sido uma das mais populares na década de 70, fazendo parte do grupo conhecido como a tríade. Era formada por: Jimmy Page que usava de efeitos muito sinistros o que marcou muito o estilo da banda, John Bonham, John Paul Jones e Robert Plant. A morte de John Bonham, em 1980, foi a causa do fim da banda. O Led Zeppelin voltou a se reunir em duas ocasiões, em 1985 para o show beneficente Live Aid, com Tony Thompson na bateria e no aniversário de 40 anos da gravadora Atlantic em 1988, com Jason Bonham na bateria.

O princípio

Originalmente a banda foi formada pelo guitarrista Jimmy Page com o nome de “The New Yardbirds” de modo a conseguirem cumprir um contrato feito para a realização de concertos na Escandinávia antes da rotura dos originais Yardbirds. O vocalista Robert Plant conhecido pelo seu trabalho no grupo “The Band of Joy”, foi recrutado, trazendo com ele o baterista John Bonham. John Paul Jones, estimulado pela esposa, procurou Jimmy Page, a quem conhecia por terem atuado juntos como músicos de estúdio, e se ofereceu para tocar baixo na nova banda. Oferta aceita, estava formado o quarteto que viria a se transformar na maior banda de Rock and Roll dos anos setenta.

Após alguns concertos como “The New Yardbirds”, a banda mudou o nome para Led Zeppelin, após Keith Moon, baterista do The Who, ter dito que com aquela formação eles iriam abaixo como um “Zeppelin de chumbo”. A palavra “lead” é propositadamente mal escrita para evitar confusões com “lead Zeppelin” (como em lead singer, que significa vocalista) ao invés de um Zeppelin construído com o metal chumbo.

Pouco tempo após a sua primeira digressão, o grupo editou o seu primeiro álbum Led Zeppelin em 1969. Este álbum resultava de uma combinação entre o blues e o rock com amplificações distorcidas, o que o levou a tornar-se no pivot na evolução do heavy metal. O imediato sucesso do disco foi o pontapé de saída para a carreira da banda, especialmente no EUA, onde eles haveriam de actuar frequentemente, e onde as suas vendas de discos apenas foram suplantadas pelos Beatles. O segundo álbum, chamado simplesmente Led Zeppelin II, editado ainda no mesmo ano, seguiu o mesmo estilo, e incluía o êxito “Whole lotta love”, que, conduzido pela secção rítmica, definia o som da banda.

Page e Plant eram fanáticos do blues, “Whole lotta love” e “You shook me”, eram muito parecidas com músicas de Willie Dixon. A banda foi depois acusada de ter usado as letras sem as creditarem a Dixon, e só 15 anos depois, devido a um processo posto pela “Chess records”, foi feito um acordo e efectuado o pagamento devido. A banda também gostava do rock and roll americano e tocavam música de Elvis Presley e Eddie Cochran. Em palco, os Led Zeppelin faziam concertos que podiam durar até 3 horas.

Para a gravação do seu terceiro álbum, Led Zeppelin III, a banda retirou-se para “Bron-Yr-Aur”, uma casa remota no País de Gales, sem electricidade. Isto resultou num som mais acústico (fortemente influenciado pela música celta e a música folk, e que revelou uma face diferente do talento prodigioso de Jimmy Page). Em Novembro de 1970 a “Atlantic Records” editou “Immigrant song” em single, sem a autorização da banda e contra a sua vontade. Incluía no lado b “Hey hey what can I do”. Foram editados mais nove singles, sempre sem a autorização da banda, que via os seus álbuns como indivisíveis. Curiosamente, “Stairway to Heaven” nunca foi editado em single, apesar do seu grande êxito nas rádios. A frustração da banda em relação aos singles provinha do seu empresário Peter Grant, que era um acérrimo defensor dos álbuns, e também devido ao facto da Atlantic ter feito uma reedição de “Whole lotta love”, que foi cortada de 5:43 para 3:10 minutos. Para além disso a banda sempre evitou aparecer na televisão, preferindo que os seus fãs os vissem ao vivo.

A maior banda do mundo

As várias tendências musicais do grupo foram fundidas no seu quarto álbum sem título, que é usualmente chamado de “Zoso”, “Four symbols” ou simplesmente “Led Zeppelin IV”. (para além do álbum não ter nome, o nome da banda também não aparecia na capa do álbum). O álbum incluía temas de heavy metal como, “Black dog”, o misticismo folk de “The Battle of Evermore” (cuja letra foi inspirada em parte da obra “O Senhor dos Anéis”), e a combinação dos dois estilos em “Stairway to Heaven”, um êxito maciço nas rádios, aclamada por muitos como sendo o maior clássico de sempre do rock. O álbum contém ainda uma das suas melhores composições de blues, “When the levee breaks” de Memphis Minnie.

O álbum seguinte, Houses of the holy de 1973, continha músicas mais longas e experimentais, usando o sintetizador e arranjos de cordas feitos por Jones. Músicas como, “The song remains the same”, “No quarter” e “D’yer mak’er”. A sua digressão de 1973 bateu os recordes de assistência, tendo chegado a tocar para mais de 50 mil pessoas. Três concertos no Madison Square Garden foram filmados com vista à realização de um filme, mas o projecto foi adiado por vários anos.

Em 1974 os Zeppelin lançam a sua própria editora, chamada Swan Song Records, que era o título de uma das cinco músicas que os Zeppelin nunca editaram em disco, tendo sido gravada com o nome de “Midnight moonlight” no primeiro álbum dos “The Firm”, banda criada por Page após o fim dos Led Zeppelin. Para além de um veículo para promover os álbuns dos Zeppelin, a “Swan Song” editou álbuns de: Bad Company, Pretty Things, Maggie Bell, Detective, Dave Edmunds, Midnight Flyer, Sad Café e Wildlife.

Em 1975 editam Physical Graffiti, o seu primeiro álbum duplo para a “Swan Song”. Este álbum incluía músicas que sobraram dos 3 álbuns anteriores e mais algumas novas. Mais uma vez a banda mostrou a sua enorme diversidade de estilos; indo do rock progressivo ao hard rock, exemplos: “Ten years gone”, “Black country woman”, “Trampled underfoot” e “Kashmir”.

Passado pouco tempo da edição de “Physical graffiti”, toda a produção anterior dos Led Zeppelin subiu à tabela dos 200 mais vendidos, o que nunca se tinha visto anteriormente. A banda embarcou para mais uma digressão pelos EUA batendo novos recordes de audiência. A finalizar o ano, tocaram 5 noites seguidas no Earl’s Court; (estes concertos foram gravados em vídeo e editados apenas 28 anos depois em DVD. Nesta altura, no pico da sua carreira, eram considerados por muitos como a “a maior banda de rock no mundo”).

Se a popularidade da banda em palco era impressionante, assim o era também a sua reputação pelos excessos. Os Zeppelin viajavam no seu jacto particular, alugavam pisos inteiros de hotéis, e tornaram-se no objecto de algumas das histórias mais famosas, desde partirem os quartos de hotel, às escapadelas sexuais e ao exagerado uso de drogas e álcool.

Latter days

Em 1976 a banda fez um intervalo nas digressões e começou a filmar segmentos de fantasistas para o ainda não editado filme de concerto. Durante este intervalo Robert Plant partiu um tornozelo num acidente de carro; impedidos por isso, de fazerem concertos, a banda entrou em estúdio para gravar o seu sétimo álbum Presence. O álbum conquista disco de platina antes de chegar às lojas (só por encomendas), algo inédito para a época, e marcou mais uma viragem no som da banda que abandonou os arranjos complexos dos álbuns anteriores. Mas o pior para Plant estaria por vir: durante a turnê do álbum nos EUA, seu filho Karac morreu de uma misteriosa doença respiratória.

Nos fins de 1976, sai finalmente o filme The Song Remains the Same e a sua banda sonora. Embora a gravação do concerto datasse de 1973, este seria o único documento filmado do grupo durante os 20 seguintes. O álbum do filme tinha músicas que não constavam no filme e outras que existiam no filme, não vinham no álbum. Este álbum seria a único ao vivo oficial disponível, até à edição de BBC Sessions em 1997.

Em 1978, a banda volta a gravar. Em 1979 nasce o novo filho de Plant. In Throught The Out Door é lançado no dia do aniversário de Plant, 20 de agosto, contendo a música “All My Love”, dedicada à Karac. Agora eram 8 discos no Top 200 da Billboard e shows com ingressos esgotados por todos os lados, provando que o Led Zeppelin estava cada vez mais forte. Nos Estados Unidos, o Led Zeppelin era nessa época a maior banda de Rock de todos os tempos. John Paul Jones mostra uma grande influência neste álbum, repleto de sintetizadores por consequência. Embora os Led Zeppelin nesta altura, já fossem considerados por alguns sectores, uma banda de “dinossauros” e a cena musical tendesse mais para outros estilos de música, os Zeppelin continuavam a ter uma enorme legião de fãs, tendo este álbum chegado a Nº 1 de vendas, tanto no Reino Unido como nos EUA.

Lápide de John Bonham, Baterista do Led Zeppelin.

Lápide de John Bonham, Baterista do Led Zeppelin.

Em 1980, John Bonham morre asfixiado no próprio vômito depois de ter tomado cerca de quarenta batidas de laranja com bebidas alcoólicas pouco antes de embarcarem para mais uma digressão pelos EUA. Devido à morte de Bonham, os outros membros decidiram que não poderiam continuar como “Led Zeppelin”, promessa essa que foi mantida, ao contrário de muitas outras parecidas que foram quebradas graças a contratos envolvendo muito dinheiro.

Coda

Dois anos após a morte de Bonham a banda editou Coda, uma colecção de músicas antigas, nunca antes editadas.

Reuniões

Em 13 de Julho de 1985, os Led Zeppelin reunem-se para o concerto Live Aid, com Tony Thompson e Phil Collins a substituírem John Bonham. Um ano depois Page, Plant e Jones voltam a reunir-se com Tony Thompson, com o intuito de voltarem a tocar como Led Zeppelin, mas um grave acidente de carro envolvendo Thompson, pôs fim a esta intenção. No entanto voltaram a reunir-se em 1988, desta vez com Jason Bonham no lugar que foi de seu pai, para o 40º aniversário da “Atlantic Records”. Esta formação ainda voltou a tocar, no 21º aniversário da filha de Bonham, Cármen, e no casamento de Jason.

Page e Plant, sem Jones, voltaram a reunir-se em 1994 para um MTV unplugged intitulado “Unledded”, o que os levou a mais uma digressão pelo mundo e à edição de dois álbuns.

Em 1997 assistiu-se à edição do primeiro álbum desde há 15 anos atrás, BBC sessions. Este álbum duplo incluía a quase totalidade das gravações que a banda tinha feito para a BBC, embora alguns fãs tenham notado a falta de uma sessão de 1969 que incluía a música nunca editada “Sugar mama”. Nesta altura, a “Atlantic” editou um single de “Whole lotta love”, que se tornou no único CD single da banda.

Em 2003, os Led Zeppelin voltam à ribalta com a edição de How the west was won e do DVD Led Zeppelin. No fim do ano o DVD tinha vendido mais de 520 000 cópias.

Em 2006 a banda foi premiada pelo Prêmio Polar como melhor banda de rock de todos os tempos.

Amostras e versões

As músicas do Zeppelin foram ao longo dos anos alvo de muitas versões; os americanos Dread Zeppelin fizeram a carreira à custa de versões e paródias à volta das músicas dos Zeppelin; Alexis Korner fez uma versão de “Whole lotta love”, que foi durante muitos anos o tema do “BBC chart show”; Tina Turner também fez uma versão da mesma música; e a London Philharmonic Orchestra fez um tributo que incluía “Stairway to Heaven”, “When the levee breaks” e “Kashmir”.

O guitarrista Stanley Jordan fez um boa interpretação instrumental de “Stairway to Heaven”, canção cujos solos eram freqüentes em uma montagem cinematográfica dos anos 80, do livro de Marcelo Rubens Paiva, Feliz Ano Velho. Frank Zappa também gravou “Stairway To Heaven”. Mais inusitada foi a versão axé music que a banda baiana Babado Novo fez em 2003 do clássico “Dyer Maker”, peculiariamente misturando rock e reggae, mas despertando a ira de alguns dos fãs mais puristas do Led Zeppelin.

Em 1995 foi editado um tributo aos Led Zeppelin por vários artistas modernos, que incluía uma versão notável de “Dancing days” interpretada pelos Stone Temple Pilots.

Ao contrário de muitos dos seus contemporâneos, a banda sempre foi muito protetora das suas músicas, e raramente autorizava que elas fossem usadas para outros fins. Mais recentemente foram-se tornando mais flexíveis, podendo-se ouvir música dos Zeppelin em filmes como Almost famous e School of Rock.

The Ocean – Um telefone toca aos 1:37.

Four Sticks – John Bonham usou 4 baquetas na gravação desta música, por isso o título “Four Sticks”.

Black Dog – O título veio pelo cachorro que entrava nos estúdios na gravação de “Led Zeppelin IV”.

Since I’ve Been Loving You – É possível perceber que o pedal com ferrugem de Bonham chia.

Whole Lotta Love – No meio da música, o instrumento usado para criar aquele som é o “Theremin”

Formação

  • Jimmy Page – guitarra
  • Robert Plant – vocais, harmónica,
  • John Bonham – bateria
  • John Paul Jones – baixo, bandolim, teclados,

A banda chamava ao seu empresário, Peter Grant, o “quinto elemento”

Álbuns

  • 1969 – Led Zeppelin #6 RU, #10 EUA, Vendas no EUA: 11,000,000
  • 1969 – Led Zeppelin II #1 RU, #1 EUA, Vendas nos EUA: 12,000,000
  • 1970 – Led Zeppelin III #1 RU, #1 EUA, Vendas nos EUA: 6,000,000
  • 1971 – Led Zeppelin IV (sem título: chamado também: “Four Symbols”, “ZoSo”) #1 RU, #2 USA, Vendas nos EUA: 22,000,000
  • 1973 – Houses of the Holy #1 RU, #1 EUA, Vendas nos EUA: 11,000,000
  • 1975 – Physical Graffiti #1 RU, #1 EUA, Vendas nos EUA: 15,000,000
  • 1976 – Presence #1 RU, #1 EUA, Vendas nos EUA: 3,000,000
  • 1976 – The Song Remains the Same live performances from 1973 tour) #1 RU, #2 EUA, Vendas nos EUA: 4,000,000
  • 1979 – In Through the Out Door #1 RU, #1 EUA, Vendas nos EUA: 6,000,000

Antes da gravação de Led Zeppelin, todos os elementos participaram em sessões para o álbum Three week hero de P.J. Proby em 1969. A única faixa em que tocam todos juntos é “Jim’s Blues”.

Após a banda ter deixado de gravar foram editados os seguinte álbuns:

  • 1982 – Coda #4 RU, #6 EUA, Vendas nos EUA: 1,000,000
  • 1990 – Remasters #10 RU, #47 EUA, Vendas nos EUA: 2,000,000
  • 1990 – Profiled (Este “álbum” consta apenas de entrevistas, mais tarde empacotado com Remasters).
  • 1990 – Boxed Set ) #18 EUA, Vendas nos EUA: 7,000,000
  • 1993 – Boxed Set 2 #87 EUA, Vendas nos EUA: 500,000
  • 1993 – Complete Studio Recordings , Vendas nos EUA: 2,000,000
  • 1997 – BBC Sessions #23 RU, #12 EUA, Vendas nos EUA: 2,000,000
  • 1999 – Early Days: Best of Led Zeppelin Volume One #71 RU, Vendas nos EUA: 1,000,000
  • 2000 – Latter Days: Best of Led Zeppelin Volume Two #40 RU, #81 EUA
  • 2002 – Early Days & Latter Days: The Best of Led Zeppelin Volumes One and Two Nova edição dos dois álbums anteriores. #11 RU, #114 EUA, Vendas nos EUA: 1,000,000
  • 2003 – How the West Was Won #5 RU, #1 EUA, Vendas nos EUA: 1,000,000
comentários
  1. Diego Matias disse:

    Falar do Led Zeppelin é injusto com qualquer outra banda. Todos ficam menores perto da maior banda que já existiu!

    Vou citar seu blog no Riffs & Solos. Abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s