Radiohead

Publicado: 15/07/2007 em Radiohead, Rock, Rock Alternativo

ra.jpg 

Radiohead é um grupo de rock alternativo, considerada uma das mais importantes bandas de rock na atualidade.

Nasceu no fim dos anos 80, em Oxford, Inglaterra, originalmente sob o nome On A Friday (referência ao único dia da semana em que os membros conseguiam se reunir para ensaiar, Sexta-feira).

O nome Radiohead veio de uma música dos Talking Heads, uma das influências da banda, chamada “Radio Head”. Outros artistas que influenciaram o Radiohead são Joy Division, Elvis Costello, Aphex Twin, REM e Pink Floyd.

Em 1991, lançam o EP “Creep”, que estoura no Reino Unido e alavanca o sucesso do primeiro disco, “Pablo Honey” (1993). “PabloHoney” transita por um limbo pois a producao dos competentes e norte-americanos Paul Kolderie e Sean Slade tras algumas referencias do rock alternativo norte-americano dos anos 90 (ou seja ,do grunge) e isso faz o album por vezes perder um pouco de sua identidade.

Em 1995, é lançado o segundo álbum, “The Bends”, e com ele as atenções do mundo inteiro para o Radiohead. A banda conseguiu finalmente um padrao sonoro capaz de suportar a melancolia e as estranhas letras de Thom Yorke.

Dois anos depois, surge “OK Computer”. O terceiro trabalho da banda vendeu mais de 4 milhões de cópias e é considerado um dos melhores de todos os tempos, dividindo as honras com outros álbuns dos Beatles, e colocando o Radiohead definitivamente como uma das melhores bandas do mundo. Após a extensa exposição perante a mídia, a banda lança em 2000 Kid A e logo em seguida, em 2001, Amnesiac, dois discos que mostram um outro lado da banda, abandonando as guitarras, que marcaram o primeiro e segundo discos da banda e intensificando os experimentos com texturas eletrônicas e rítmicas consagradas em OK Computer. Depois de lançarem, também em 2001, o disco ao vivo I Might Be Wrong, abrangendo músicas dessa nova fase mas com as guitarras de volta, o Radiohead lança em 2003 o excelente Hail To The Thief, disco que faz uma espécie de releitura da sonoridade dos seus albuns anteriores e é recebido com certa indiferença pela mídia, criando expectativa para seu trabalho seguinte.

O novo album do Radiohead deverá ser lançado em 2007, e ainda não tem nome definido. O álbum está previsto para o segundo semestre do ano porém várias músicas já vazaram na internet, gravadas ao vivo por fãs em sua turnê européia. Os nomes mais populares são: “Videotape”, “Arpeggi”, “4 Minutes Warning”, “Bangers ‘N Mash” e “House Of Cards”.

Quando Thom Yorke foi ouvido pela primeira vez em rede internacional, com o megasucesso Creep, do disco Pablo Honey, gritando “I’m a creep, I’m a weirdo, what the hell am I doing in here?”, enquanto Jonny Greenwood rasgava o som com sua guitarra nervosa, nenhum crítico musical parecia dar valor a seu talento; todos imaginavam Radiohead como uma das milhares de bandas de “um sucesso só”, que surgiam uma atrás da outra na sombra do conhecidíssimo Nirvana. O reconhecimento artístico de valor só foi alcançado com o cd The Bends, o último cd da banda a manter o som mais focado no rock, sem as ousadias artísticas que viriam nos próximos discos. Fake Plastic Trees se tornou rapidamente sucesso internacional, sem deixar de lado o valor musical “sério”, e disputa com Creep a música mais famosa da banda até hoje.

O álbum OK Computer, de 1997, marca o amadurecimento musical da banda e, simultaneamente, a divisão de águas do rock moderno. Seu clima completamente soturno e depressivo e seus arranjos meticulosos, ousados e complexos colocaram a banda ao lado das consagradas Pink Floyd e até mesmo The Beatles.

Depois de três anos sem produção nenhuma — período durante o qual Thom Yorke sofreu de writer’s block —, eles chocam o mundo musical com o sombrio disco Kid A, cheio de experimentos com música eletrônica e praticamente sem guitarras, logo seguido pelo Amnesiac, melancóolico e ousado. Foram dois álbuns conceituais um tanto mal-recebidos pela crítica, ainda assustada com tanta inovação. Ao longo do tempo, de qualquer maneira, os álbuns montaram uma legião de fãs e hoje já são vistos como divisores de águas do mundo musical.

No mesmo ano de Amnesiac lançam I Might Be Wrong – Live Recordings, primeiro disco ao vivo da banda, que só é seguido em 2003 pelo conceitual, poético e anti-bélico Hail to the Thief, último disco da banda até hoje.

Os grandes sucessos da banda incluem “Creep”, “Anyone Can Play Guitar”, “Fake Plastic Trees”, “High And Dry”, “Just”, “Street Spirit (Fade Out)”, “Karma Police”, “Paranoid Android”, “No Surprises”, “Everything In Its Right Place”, “Idioteque”, “How To Disappear Completly”, “Pyramid Song”, “I Might Be Wrong”, “There There”, “Go To Sleep”, e “2+2=5”.

O Radiohead freqüentemente é apontado como influência das “novas bandas britânicas”, como Coldplay, Travis, Bloc Party, Muse e Keane. No Brasil influenciam bandas como o Gram.

Membros

  • Thom Yorke: Vocal, guitarra, piano e sintetizadores
  • Ed O’Brien: Guitarra e sintetizadores
  • Jonny Greenwood Guitarra , teclados e sintetizadores
  • Colin Greenwood: Baixo
  • Phil Selway: Bateria

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s