Gary Brown

Publicado: 13/10/2007 em Blues, Bourbon Street, Gary Brown, New Orleans

Gary Brown

De 25 até 27 de outrubro e entre 31 e 09 de novembro de 2007, o público brasileiro terá a oportunidade de ver ao vivo nos palcos do Bourbon Street a performance de Gary Brow.

Pra quem não conhece, Gary Brow é um explosivo cantor e saxofonista de New Orleans que toca como ninguém, Jazz, Blues, Soul, R&B, Funk, e muito mais.

Não perca tempo, acesse o site do Bourbon Street e faça já a sua reserva, pois a casa bomba todas as noites.

Leia o que já foi escrito sobre o músico em uma de suas passagens pelo Brasil.

Maceió tem seu festival de Montreux

por FABIANNA FREIRE PEPEU

Flor branca na lapela, Gary Brown entra no palco. É quase domingo. Depois de alguns minutos e canções, o saxofonista americano deixa o palco e caminha entre as mesas. Vai espalhando acordes. É blues. Brown veste lilás. The Blues is Alright. Com seu gingado imbatível e um estilo, no mínimo, marcante, dá para entender rápido porque o músico toca há anos no 544 Club, uma das mais tradicionais casas da Bourbon Street, em New Orleans.

Mr. Brown volta ao palco. Let’s Groove. Tem, ainda, muitas canções a caminho. Afinal, ele não define com antecedência o repertório de seus shows e, sim, a partir do que está sentindo na hora da apresentação. “A música tem uma função terapêutica, devendo deixar as pessoas bem e felizes.” 90 minutos depois, entre Palco e Papel Maché, Gary Brown não dá sinais de cansaço. A platéia tampouco. Em coro diz yes, quando ele pergunta se querem mais.

À essa altura, mesas e cadeiras foram abandonadas. Todos dançam no gramado verde, que é de Brown e do blues. Generoso, o músico americano convida para uma jam session os integrantes da banda Big Allanbik, grupo brasileiro (apesar do nome e das intenções), que fez o show de abertura.

A festa ainda não acabou. Mesmo sem nenhuma indicação de chuva, um bluseiro abre e acena com uma guarda-chuva preto. Purple Rain. Duas horas depois, com breve intervalo para o bis, Brown se despede. O show parecia um dejà vu de um dia feliz.

comentários
  1. Joao Batista disse:

    É o cara continua em plena forma, voltou agora em 2010 ao Bourbon St, tocou ontem em Ipanema, na pracinha. Conseguiu levantar a galera desde a 1a. musica (imagine: Palco do Gil) apesar do frrrrio e chuva, que parou para escutar. Um delírio.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s